Vida


Oi!

Nossa, esse blog está tão abandonado...É que estão acontecendo tantas coisas que não está mesmo sobrando tempo para postar...Uma pena, pois amo visitar vocês, meus amigos! Para ajudar, estou sem Speedy...Aqui onde moro não passa o sinal...Me senti uma criancinha querendo um brinquedo e quando chegou na loja não tinha mais...rss...

Bom, já que esse blog é o "Blog da minha vida", vou contar um pouco mais sobre minha vida...

No momento, estou na maior correria! Como todos sabem, me mudei a menos de um mês e não consegui ainda colocar todas as minhas "tralhas" no lugar...rss...

Graças a Deus tenho uma pessoa que me ajuda aqui em casa. Sem ela eu não conseguiria...O Rafa está terrível e não desgrudo dele...rss...

Tenho feito aulas de pintura em madeira (que eu amo) uma vez por semana.

Quanto ao piano...Bom o piano, raramente consigo tocar uma música inteira...Assim que o abro lá vem o Rafa querendo tocar também! rss...Sabe que por esse e outros motivos, tenho a sensação que o Rafa vai se interessar por arte? Ele vive com um pincel na mão, fica pintando as paredes (com o pincel limpo, é claro...rss...), os carrinhos...Ou ele vai ser mecânico, porque fica o tempo todo brincando e observando os carrinhos, seus detalhes, os pneus...Ele seria um filho de dar orgulho aos pais machões de plantão (que não é o caso do Wagner) que ficam horrorizados em ver seus filhos também "machos" brincarem de boneca, como certos pais que eu conheço...rss...

Falando no Rafa, olhem que fofo ele estreando na piscina de bolinhas! Sinceramente, até eu morro de vontade de entrar em uma! Será que eles deixariam?!?rs...

Beijos



Escrito por Rita às 11h47
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Oi!

Nossa! Quanto tempo sem postar...

Vocês já leram isso? É a carta de um devedor. Dizem que é verídica...

Beijos

CARTA DE CALOTEIRO 

Segue carta de um devedor, muito cara-de-pau, mas engraçada, publicada na Folha. Esta carta é verídica e foi divulgada pelo próprio Clube de Dirigentes Lojistas. A correspondência abaixo foi enviada por um devedor a uma das várias lojas credoras, conforme ele mesmo informa na sua correspondência. 
 
"Prezados Senhores, 
Esta é a oitava carta jurídica de cobrança que recebo de Vossas Senhorias...  Sei que não estou em dia com meus pagamentos. Acontece que eu estou devendo também em outras lojas e todas esperam que eu lhes pague. Contudo, meus rendimentos mensais só permitem que eu pague duas prestações no fim de cada mês. As outras, ficam para o mês seguinte. Estou ciente de que não sou injusto, daquele tipo que prefere pagar esta ou aquela empresa em detrimento das demais. 
Ocorre o seguinte... Todo mês, quando recebo meu salário, escrevo o nome dos meus credores em pequenos
pedaços de papel que enrolo e coloco dentro de uma caixinha. Depois,olhando para o outro lado, retiro dois papéis, que são os dois "sortudos" que irão receber o meu rico dinheirinho. 
Os outros, paciência. Ficam para o mês seguinte. Firmo aos senhores, com toda certeza, que sua empresa tem constando todos os meses na minha caixinha. Se não os paguei ainda, é porque os senhores estão com pouca
sorte. Finalmente, faço-lhes uma advertência: Se os senhores continuarem com essa mania de me enviar cartas
de cobrança ameaçadoras e insolentes, como a última que recebi, serei obrigadoa excluir o nome de Vossa Senhoria dos meus sorteios mensais. Sem mais, Obrigado."



Escrito por Rita às 13h48
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Oi!

Que saudade desse blog e de vocês! Queria agradecer todos os comentários que recebi desejando felicidades na casa nova! Adorei!

Aqui ainda está uma bagunça...rss...Nunca vi ninguém para juntar tanta tralha como eu...Aliás, vi sim! Meu avô Santim! Cada vez mais chego à conclusão que sou muito parecida com ele! Ele é marido da minha avó que falceceu em fevereiro (quem acompanha meu blog sem lembra disso) e é uma pessoa maravilhosa, admirável! No domingo ele e meus tios vêm almoçar aqui! Vai ser uma delícia! Olhem só a foto dele, que lindo que ele é!!!

Aliás, falando em meu avô, me lembrei da minha avó e de um texto que minha tia Rose (blog Reflexos da Alma) escreveu sobre ela. É lindo e peço licença à ela para postá-lo aqui!

 

A GRANDE VIAGEM

Em memória de Maria Vieira.

A roupa da viagem caía-lhe muito bem. Era um costume marinho, composto por saia justa, casaco de botões e uma blusinha bege de decote careca, que dava a leveza que o conjunto precisava para se tornar uma peça casual.
A maquiagem, quase imperceptível, realçava o ar sereno estampado em seu semblante. Era uma mulher bonita. Fora na juventude e, como um bom vinho que se apura com o passar dos anos, ficara mais bela na idade avançada. Acho que devido ao crescimento interior que confere aos bem vividos a graça de parar de envelhecer.
O cabelo penteado com cuidado emoldurava-lhe o rosto e completava-lhe a figura.
A mala! Esta sim já vinha sendo preparada há muito tempo. Não queria fecha-la, pois faltava sempre alguma coisa para completá-la.
Eram tantas as lembranças que colocava ali. Quase não havia espaço para levar as coisas boas que juntara no decurso da vida, tantas eram.
As imagens dos filhos, dez ao todo, precisavam ser colocadas lado a lado, para que não houvesse diferença entre eles. Graças a Deus conseguira cria-los para o bem e ajudá-los a estruturar suas vidas, dando-lhes abrigo até que conseguissem construir suas próprias casas. É certo que de todos, dois lhe ocupavam o pensamento, eram sua preocupação constante, pois sabia que ainda precisavam dela. E como precisavam! Amava a todos de igual maneira, embora seu coração elegesse a filha caçula como confidente e companheira.
Mas, era imperioso partir.
Por mais que lutasse contra o tempo, como incansável guerreira, por mais que insistisse em ficar para ajuda-los, o relógio da vida não parava nunca, tão pouco se atrasava.
Assim, juntava as lembranças: a figura do pai querido que a chamava ¿minha imagem¿; a vida abastada proporcionada por ele a toda família; o amor aos irmãos, entre eles os mais queridos Estela e José; o nascimento dos filhos, seus batizados, formaturas e matrimônios; os nascimentos dos netos e bisnetos, que lhe alegravam a vida. Quanta felicidade carregava ali!
As festas de família; as bodas de prata e ouro, repletas de surpresas e emoções; as vozes dos filhos e netos, componentes do ¿Coral Spinoso¿ que tanto orgulho lhe causavam; a casa que se esvaziava com os casamentos dos filhos e se enchia nas ocasiões festivas com a chegada dos mesmos; as peças de roupas que cozia com carinho; os trabalhos manuais que fazia com capricho, os quitutes preparados com amor para os entes queridos. Nada poderia ser esquecido.
A bagagem estava lotada. Não cabia mais nada!
Havia um bem maior que a acompanhara toda vida e que não poderia e tão pouco queria deixar para trás.
Talvez, por ele, insistisse tanto em adiar a viagem. Era um verdadeiro tesouro. Por mais que ajeitasse a mala, por mais que apertasse as lembranças, por mais que insistisse em coloca-lo ali, não havia espaço para uma coisa tão grande: seu amor maior, seu companheiro de todas as horas, o anjo bom de sua vida, a metade que completava o seu ser. Seu amado e querido esposo a quem dedicara a vida.
Pensou, pensou e, sem outra alternativa, trancou-o em seu coração, certa de que arrumara o melhor lugar para estar sempre com ele. Jogou a chave fora. Fechou a mala e partiu, na calada da noite para não incomodar ninguém, deixando um grande vazio e uma imorredoura saudade.
Descanse em paz, mãe!

Muito lindo. não é? Beijos



Escrito por Rita às 10h05
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


 

Mude

Mas comece devagar,
porque a direção é mais importante
que a velocidade.

Sente-se em outra cadeira,
no outro lado da mesa.
Mais tarde, mude de mesa.

Quando sair,
procure andar pelo outro lado da rua.
Depois, mude de caminho,
ande por outras ruas,
calmamente,
observando com atenção
os lugares por onde
você passa.

Tome outros ônibus.
Mude por uns tempos o estilo das roupas.
Dê os teus sapatos velhos.
Procure andar descalço alguns dias.

Tire uma tarde inteira
para passear livremente na praia,
ou no parque,
e ouvir o canto dos passarinhos.

Veja o mundo de outras perspectivas.
Abra e feche as gavetas
e portas com a mão esquerda.

Durma no outro lado da cama...
depois, procure dormir em outras camas.

Assista a outros programas de tv,
compre outros jornais...
leia outros livros,
Viva outros romances.

Não faça do hábito um estilo de vida.
Ame a novidade.
Durma mais tarde.
Durma mais cedo.

Aprenda uma palavra nova por dia
numa outra língua.
Corrija a postura.
Coma um pouco menos,
escolha comidas diferentes,
novos temperos, novas cores,
novas delícias.

Tente o novo todo dia.
o novo lado,
o novo método,
o novo sabor,
o novo jeito,
o novo prazer,
o novo amor.
a nova vida.

Tente.
Busque novos amigos.
Tente novos amores.
Faça novas relações.

Almoce em outros locais,
vá a outros restaurantes,
tome outro tipo de bebida
compre pão em outra padaria.
Almoce mais cedo,
jante mais tarde ou vice-versa.

Escolha outro mercado...
outra marca de sabonete,
outro creme dental...
tome banho em novos horários.

Use canetas de outras cores.
Vá passear em outros lugares.
Ame muito,
cada vez mais,
de modos diferentes.

Troque de bolsa,
de carteira,
de malas,
troque de carro,
compre novos óculos,
escreva outras poesias.

Jogue os velhos relógios,
quebre delicadamente
esses horrorosos despertadores.

Abra conta em outro banco.
Vá a outros cinemas,
outros cabeleireiros,
outros teatros,
visite novos museus.

Mude.
Lembre-se de que a Vida é uma só.
E pense seriamente em arrumar um outro emprego,
uma nova ocupação,
um trabalho mais light,
mais prazeroso,
mais digno,
mais humano.

Se você não encontrar razões para ser livre,
invente-as.
Seja criativo.

E aproveite para fazer uma viagem despretensiosa,
longa, se possível sem destino.

Experimente coisas novas.
Troque novamente.
Mude, de novo.
Experimente outra vez.

Você certamente conhecerá coisas melhores
e coisas piores do que as já conhecidas,
mas não é isso o que importa.
O mais importante é a mudança,
o movimento,
o dinamismo,
a energia.
Só o que está morto não muda !

Autor: Edson Marques

Acho esse texto lindíssimo! Ele expressa bem o que estará acontecendo comigo na 3a feira: irei me mudar de casa! rss...Nada como uma boa mudança para revigorar nossas energias, não é mesmo? Mudança para melhor, é claro! rss...Então, meus amigos, estarei um pouco ausente nas próximas duas semanas, mas logo tudo voltará ao normal e eu estarei aqui, cheia de novidades!

Beijos!



Escrito por Rita às 16h07
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 
Meu perfil





BRASIL, Sudeste, ITU, Mulher, de 26 a 35 anos, Portuguese, Música, Informática e Internet, artesanato



Histórico


Votação
Dê uma nota para
meu blog



Outros sites
 Centro Infantil Boldrini
 Minha Alma
 Eternamente Gabi
 Josi Carinha de Bola
 Reflexos da Alma
 Site sobre Hemofilia
 Vale do Amor
 Mais de Nós Dois
 Eu e Histórias...
 Mãe da Luz
 A Poderosa & o Bruxo
 Sorria.com.br
 Vida de Cão
 Blog da Mi Leoa
 Meu mar azul
 Gifs Animados
 The Gabee
 Nem uma menina, Nem ainda uma mulher
 Serenata ao Luar
 Todo Fim é um Novo Começo
 Carol e sua vida
 Mais um dia, vida, correria...
 Vida Empolgante para Sempre
 Playground dos Dinossauros
 Augusto Neto
 Sonhos de Lis Midis
 Coisas da Vida
 Kit Básico da Mulher Moderna
 Mãe 24horas
 Blogs que eu vi
 Electra
 Cantinho da Deli
 Enquanto isso não passar
 Garotas que dizem Ni
 O mundo de Rô
 Change Of Times
 Associação dos Hemofílicos de Campinas e região
 Em Busca de Mim
 MEU FOTOBLOG